como escolher o melhor exercício

Como escolher o melhor exercício físico para você?

Independente da idade, a atividade física precisa fazer parte da sua rotina. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda 300 minutos por semana de atividades físicas leves e moderadas. Para exercícios intensos, a recomendação é de 150 minutos por semana. 

O que muita gente não sabe é que nem todas as atividades físicas são adequadas para todo mundo. Por isso, escolher um exercício adequado é indispensável. O bom é que não faltam opções: futebol, dança, pilates, natação, musculação, treinamento funcional… Existem muitas modalidades para você escolher. Afinal, o importante é se movimentar!

Neste artigo, você vai descobrir como identificar a atividade física que mais combina com você. 

O que avaliar na hora de escolher um exercício físico?

Na hora de escolher um exercício físico, é preciso avaliar três pontos importantes: seus gostos pessoais, seu condicionamento físico e os resultados desejados. Veja só:

1. O que você gosta de fazer?

Esta é a primeira pergunta que você deve se fazer antes de começar a busca por uma atividade física. Escolher uma atividade prazerosa é fundamental para manter uma rotina de treino porque ajuda a evitar a desmotivação para se exercitar. Pense bem: se você não gosta de determinada atividade, provavelmente vai arrumar desculpas para faltar ao treino. Isso dificilmente vai acontecer se escolher uma atividade da qual você gosta. 

Se você gosta de atividades mais animadas, pode optar pela dança, pelo spinning ou pelo jumping. Por outro lado, se você quer um exercício mais tranquilo, pode ir no pilates ou no yoga. Se curte atividades em grupo, é legal apostar no futebol, no vôlei, no basquete e em outros esportes de time. Mas se você prefere fazer seu exercício sozinho, a musculação pode ser mais interessante. 

2. Como está o seu condicionamento físico?

Depois de pensar nas atividades que você gosta ou que tem vontade de experimentar, é preciso avaliar o próprio condicionamento físico. Dependendo do seu preparo físico e da sua saúde, é melhor optar por modalidades de baixo impacto. 

Se você já pratica alguma atividade física e está pensando em mudar a sua rotina ou aumentar a intensidade do seu treino, pode procurar por exercícios intensos. Mas se você não tem o hábito de se exercitar regularmente, é melhor pegar leve até ter mais resistência. 

Qualquer atividade física é melhor que nenhuma. Por isso, não tem problema começar com exercícios mais leves, especialmente se você está saindo do sedentarismo. Aos poucos, você vai melhorando o seu condicionamento físico e construindo sua força para treinos mais desafiadores. 

É importante saber que pegar pesado logo de cara pode causar lesões graves, além de desmotivar você a continuar com a rotina de exercícios. Siga o ritmo do seu corpo, o condicionamento físico é uma jornada!

Musculação ajuda a emagrecer? Conheça os benefícios.

3. Quais são os seus objetivos com o treino?

Alguns treinos oferecem resultados mais rápido que outros. Por isso, é importante avaliar com um profissional qual atividade pode ajudar você a atingir seus objetivos.

A natação, por exemplo, ajuda com o estresse e a ansiedade, trabalha a musculatura dos braços, das pernas e do abdômen e oferece uma habilidade importante para a vida. Já o treinamento funcional pode ser personalizado de acordo com a sua expectativa de resultado, então é uma boa para quem tem objetivos muito específicos como aumentar os glúteos ou tonificar a região abdominal.

Vale lembrar que nem sempre a boa forma é o objetivo principal para a prática de exercícios. Muitas vezes, as atividades físicas são indicadas para ajudar com a saúde mental, tratar dores, melhorar a coordenação motora e até mesmo prevenir doenças cardiovasculares. 

3 modalidades da Livewell para você conhecer

1. Treinamento Funcional

O treinamento funcional é composto por exercícios de musculação personalizados para atingir seus objetivos. Com um programa de exercícios individual, você vai melhorar o condicionamento do seu corpo e fortalecer a sua musculatura. Na Livewell Plus, as turmas têm até cinco alunos por professor. 

2. Musculação

A musculação não tem erro! Fazendo direitinho, você consegue ver a mudança no seu corpo rapidamente. Assim como no treinamento funcional, as turmas têm no máximo cinco alunos. Mas se você prefere um acompanhamento mais de perto, pode optar pelo Personal Training, e um profissional especializado vai ajudar você a maximizar os resultados do seu treino. 

3. FutFit

Existem modalidades que combinam esporte com outros exercícios para obter melhores resultados. O Fut Fit, por exemplo, traz todas as vantagens do futebol e do treinamento funcional em uma atividade extremamente divertida. Ideal para quem curte uma pelada e ainda quer fugir dos exercícios mais tradicionais da academia. 

Bateu a curiosidade? Saiba mais sobre o FutFit.

Qual o melhor exercício físico para você?

Já deu para ver que essa pergunta não tem uma resposta certa para todo mundo não é? Só você vai poder identificar qual atividade mais combina com a sua personalidade e o seu estilo de vida. 

É interessante lembrar que você pode experimentar diferentes atividades antes de tomar uma decisão. Grande parte das academias e centros esportivos oferecem aulas experimentais para você poder avaliar se aquela modalidade é adequada para o seu gosto, seu condicionamento físico e sua expectativa de resultado. 

Atualmente, um dos exercícios que mais vem ganhando espaço nos treinos é a ginástica abdominal hipopressiva. Através de contrações musculares e do controle respiratório, essa atividade ajuda a melhorar a constipação intestinal, fortalece o abdômen e ainda reduz a circunferência da cintura. Entenda melhor o que é o abdominal hipopressivo e saiba porque esse exercício é tão vantajoso para sua rotina de atividades físicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.